Visual Systems, um curso inesquecvel

Em São José do Rio Preto, ministrei um curso que ficará em minha memória

Forcem a criatividade de vocês e imaginem a seguinte situação:

Um gaúcho chegando de Campinas num avião rosa.

Yeah! Foi o que me aconteceu no sábado passado.

Não sei se obra do destino, do comandante da Azul (alguém imagina que um avião da companhia aérea com esse nome possa ter sido pintado de rosa?) ou sei lá de quem, sei que minha chegada foi show, hahaha (agora, por que um avião rosa voa para São José do Rio Preto é uma ouuutra questão).

O fato de o curso ter sido inesquecí­vel não é só por isso.

A manhã do curso foi de céu de brigadeiro e calor próximo dos 32 graus. Porém, logo depois do almoço, desabou um temporal com caroços de granizo do tamanho de bolitas de gude (pra quem já não sabe o que é isso, visite esse link).

A curiosidade da água da chuva era tão forte que ela resolveu adentrar na sala do curso. Na marra, independente dos esforços do pessoal que nos locara sua sala.

Murphy olhando lá do céu tal situação, resolveu participar. Cortou a energia elétrica (e o mais engraçado é que a sala de treinamento fica na “Avenida da Luz”). Com isso, ar condicionado e projetor multimí­dia tornaram-se objetos de enfeite na sala.

As coisas legais

  1. Um baaaita elogio à direção da Visual Systems que investiu em buscar um gaúcho lá no final do Brasil – arcando com as despesas, mobilizando equipe etc. – para ministrar treinamento para sua equipe. Com Sampa logo ali do lado, ela não regateou e investiu no seu time.
  2. Time esse que compareceu ao curso e debateu suas pendengas, diferenças etc. Provocados por mim, conseguiram até realizar feedbacks negativos, o que permitiu a alguns colegas matutarem sobre seu comportamento.
  3. Outro lance legal foi a decisão da empresa em decidir o rumo de seu crescimento. Dividida em dois caminhos, como Alice no Paí­s das Maravilhas, conseguiu deixar a inércia (e o medo) de lado  e rumarem para o sucesso. O qual, eu tenho certeza, chegará bem antes do que plano de negócios prevê.
  4. O povo de São José do Rio Preto é um dos mais hospitaleiros que já tive contato em todas as minhas viagens. E espertos (cada táxi que eu tomava, o sujeito me entregava seu cartão, hehe).

Parabéns, Visual Systems.

Foi um prazer aprender com vocês.

Abraços,

EL Cohen

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.