Autoridade aponta grana fácil e não reembolsável

Dinheiro não reembolsável para projetos envolvendo a Copa do Mundo de 2014

Prezados,

Na quarta feira passada,  25 de agosto, almoçei com o mega-star da governança corporativa de TI, mr. Ricardo Mansur.

O almoço com tal personalidade foi regado pela austeridade: água e carne torrada. Aliás, lamentável que um gaúcho como ele esteja contaminado pelos hábitos paulistanos de comer carne pra lá do ponto, esquecendo a maravilha que é uma picanha jugosa.

Você pode até  não conhecer a fera, mas os livros dele sim (clique sobre a capa para ser remetido ao site da editora):

Fatos maiores foram as conversas para o desafio Copa 2014.

Questionei-o sobre como apresentá-lo (consultor, empreendedor, investidor ou engenheiro) e não chegamos a conclusão alguma.

De importantíssimo, o Mansur resumiu o  edital da FINEP para SUBVENÇÃO À INOVAÇÃO com RECURSOS FINANCEIROS NÃO REEMBOLSÁVEIS – clique aqui para acessar o texto aos seguintes termos:

Verdadeiro encontro ITSMF-br

Enquanto num lado da cidade encontravam-se os responsáveis pelo branch nacional, noutro canto rolava um happy hour com quem realmente faz a coisa acontecer Voilà, aconteceu. A lista ITSM_BR do Yahoo contém 3.000 inscritos em seus debates. Gerenciada pelo laborioso Gilberto Biasoto, debate questões vinculadas à biblioteca britânica e assuntos correlatos de suporte técnico. Desde…

ITSMF-BR: agora vai?

Parece que agora a entidade que representa a comunidade nacional de ITIL sairá do limbo; leia a convocação feita por meu primo (esses Cohen’s são f…) Recebi ontem-ontem a convocação do branch ITSMF-BR para novas eleições. Finalmente parece que o mundo gira, depois de muito grito da comunidade: iTSMF-BR: o triste clamor Leia o documento…

Locaweb oferece vaporware para Help Desk?

Locaweb, líder em hosting no Brasil e América Latina, lança produto para Help Desk padrão vaporware?

A notícia me chegou através de nossa assessoria de imprensa, que faz uma clipagem de notícias na mídia, para que possamos espionar acompanhar nossos concorrentes. Ou seja, é divulgação nos maiores jornais de circulação do país.

E fiquei aborrecido. Tenho direito a ficar. Tenho a impressão que a Locaweb pode estar a produzir um vaporware. Pra quem não sabe o significado da expressão, segue trecho do verbete na Wikipedia:

Tacocracia ou a pressa enaltecida

“Devagar se vai ao longe” e “Se tem pressa, vá devagar” são dois ditados populares (o segundo, na verdade, é do Saramago) sobre o ritmo desenfreado dos gestores

Sempre que visito algum gestor de suporte, recordo do Coelho Branco do livro Alice no país das maravilhas.

A frase tradicional do leporídeo é:

– Ai, ai! Ai, ai! Vou chegar atrasado demais!

Aquele cronômetro gigante sempre a recordar do tempo.

Diga aí você: na sua área de trabalho existe um gadget do Windows ou do Google exibindo um relógio (confesso: eu tenho, hehehe)?

Eu não vou fazer uma apologia à administração de tempo, mas sim a falta de oportunidade para realizar uma pausa e… PENSAR.

Há sete anos eu encontrei meu momento: ao iniciar o hábito do chimarrão.

Mario Sergio Cortella em seu pequeno, mas impactante livro Não nascemos prontos, registra um capítulo para a tacocracia.

Explica que tákhos, em grego, significa rápido. E reclama, ao menos interpreto assim, que estamos migrando para uma tacocracia:

“… na qual a rapidez em todas as áreas aparece como um poder quase despótico e como exclusivo parâmetro para aferir se alguma situação, procedimento ou relação serve ou não serve, é boa ou não.”

Quem não acompanhou o zum-zum-zum sobre as confusões com um final de semana horroroso da empresa aérea GOL? Que isso teria surgido de uma mudança de sistema mal feita. Pressa?!

Comunicação não violenta

Livro ensina técnicas para reduzir confrontos durante a comunicação interpessoal, libertando os envolvidos de condicionamentos e efeitos de experiências passadas Ao acaso, neste final de semana abri um livro lido em 2006. Seu título é Comunicação não-violenta, técnicas para aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais. Texto da contracapa: saber ouvir o que de fato está sendo…

Que estilo de gestão de suporte adotar?

Quais os problemas e benefícios ao se adotar um estilo de gestão a) baseado em números, ou b) na experiência que deu certo ou ainda na c) visão de futuro?

Todo gerente de suporte técnico (e em geral) lê pra caramba a fim de aprender a gerir seu departamento da melhor maneira. Encontra algum estilo que seja interessante (ou que deu certo ou sucesso, tipo Tom Peters, Michael Porter, Warren Bennis, Jack Welch, Peter Drucker) e adota tal linha.

Você examina os artigos do Ricardo Mansur e concorda que precisa pensar no ROI. No resultado. No retorno que deve produzir quando você ou seu diretor investe no suporte: tecnologia, gente, consultoria etc.

MBA, não obrigado

Uma preocupação habitual dos gestores é treinar a equipe e depois vê-la ir embora para outras empresas. Uma declaração sobre isso consta no livro “MBA, não obrigado” de Henry Mintzberg: Qualquer organização que se recusa a investir menos do que metade do salário de um ano para aprimorar a prática de seus gerentes por meio…