Pra quem tem sede de conhecimento

peterNós somos basicamente o que Peter Drucker chamava de “trabalhadores do conhecimento“.

Não colocamos a mão na graxa. Não carregamos sacos de soja. Não trabalhamos em segurança ou portaria (diretamente).

Nosso negócio é manusear o conhecimento e explorá-lo.

Empresas como Google, Oracle, Microsoft e outras similares formam o exemplo empresarial mais claro disso tudo.

E obter o conhecimento geralmente vem de leitura. Também de cursos, experiências, análises etc. Mas muito de leitura.

E conseguir selecionar o que presta ou não… é dureza.

Por que na blogesfera um “amigo” indica o outro que indica outro e assim vai. As resenhas de jornais e revistas (veja que escrevi RESENHA e não ANÁLISE ou CRÍTICA, pois estas últimas não existem mais) são superficiais e muito mais moldadas aos interesses da editora ou RP do autor.

Mas…

Vamos brigar pelo fim da bandalheira

Esses dias manifestei descontentamento com o lance das passagens aéreas, onde os senadores levavam parentes para passear na Europa por conta da rubrica que, institucionalmente, deveria atender às necessidade de retornar ao seu reduto eleitoral para consultar que mudanças seus eleitores desejavam. Ora, aconteceu um tremendo deturpo da ideia das passagens. Era pra consultar os…

NOVO LIVRO: meu guru…

É… Esse assunto continua latente. Pode ficar escondido por algum tempinho, mas sempre volta à tona, como uma baleia… E quando volta, caramba, chacoalha as estruturas, espalha água e chama atenção. Com a mudança de endereço residencial finalmente concluída – agora são apenas consertos, enfeites, furação de paredes, etc. -, voltei a ler o Peter…

Ontem foi um começo de uma nova vida…

ois é…

Como já anunciara aqui no blog no artigo Responsabilidade social – dia 28 no São Francisco, palestrei ontem para uma turma de estudantes do curso profissionalizante de informática do Colégio São Francisco. Um misto de jovens com 14 anos e gente mais experiente com seus 30-45 anos.

respos

Confesso que fiquei meio atrapalhado. Perplexo. Sei lidar com os gestores tarimbados, mas frente-a-frente com a gurizada de 14, olhos arregalados na minha direção esperando aprender algo…

Foi algo que me desmontou, hahaha.

Procurando uma base de conhecimento pronta?

E já que no último artigo (Ferramenta indispensável para um KBA) sobre o Aulete Digital, um dicionário gratuito e que pode e deve ser usado pelo KBA (Knowledge Base Administrator) para revisão de documentos, segue uma nova dica.

Há muito existe uma demanda apontada pelos profissionais:

credit-128Onde encontrar uma base de conhecimento pronta, ready-to-use, que dispense o longo processo de criação e manutenção?

Algo que possa ser acoplado ao sistema de Help Desk e Service Desk com os principais tópicos sobre Microsoft Office, Windows Vista e outras aplicações como produtos da Corel, Lotus, Adobe, Photoshop, Outlook e uma vasta lista de aplicações.

E para sua surpresa, ou não, ela existe!!!

Esteja preparado para a Hora da Verdade

Hora, momento ou instante da verdade é aquela situação em que todo o esforço da empresa ou departamento é avaliado num momento, numa fração mínima de tempo.

É quando, por exemplo, eu entro pra comprar uma passagem aérea no site da OceanAir e ele não funciona com Firefox. Que acontece? Vou pro concorrência. Nada adiantou o esforço de logística, treinamento de aeromoças, design das poltronas, limpeza interna, seleção de box para parking das aeronaves, pessoal da informática desenvolvendo sistemas, terceirização de serviços etc. se o passageiro não consegue comprar a passagem.

Ou quando o jogador de futebol bate penalti na decisão. Se erra, todo o esforço foi pro brejo.

E esta semana experimentei, como cliente, um INSTANTE DA VERDADE.

poste

Situação

Comprei um router wireless de uma empresa e fui buscar  às 08:30. Acompanhe o diálogo: