Basta de Anitta no meu café da manhã

Duas situações me convenceram a assinar o Jornal do Comércio impresso aqui em Porto Alegre.

(Não foi fácil assinar, mas esse problema deixa pra eles lá)

Primeira situação

Minha indignação com a quantidade de frivolidades que apareciam nos portais de conteúdo que acessava.

Lendo o UOL apareciam “notí­cias” sobre:

  • fulana que já teve experiências bissexuais…
  • siclana que deixou de seguir beltrana no Instagram por que essa…
  • outro que fez jejum de sete dias para perdoar aquele lá…

E assim ia.

Conversando com meu guru, eu explicava o baixo ní­vel de qualidade de informação que era publicado, obviamente porque existia gente interessada nisso.

“” Pelo contrário, Bob! Essas informações são pagas para aparecerem e acabam provocando o desejo de saber mais e mais sobre isso”.

Aborreci-me.

Não com a explicação, mas pelo fato de me sentir manipulado pelos portais (tomar consciência disso ardeu mais que surra de urtiga… ih, você nem sabe o que é urtiga, né?!).

Segunda situação

 

Estou a ler do livro do paranoico Jaron Lanier em que ele diz: “caia fora das suas redes sociais!”.

O tí­tulo do livro é Dez argumentos para você deletar agora suas redes sociais

Outra hora farei uma resenha sobre a obra.

O Jaron consegue elencar 10 motivos para abandoná-las, desde a manipulação das informações a que temos acesso (perda do livre-arbí­trio), de como elas estão nos tornando babacas (entramos em discussões as mais idiotas possí­veis, consumindo nosso tempo e promovendo discórdias)  até fazerem com que a gente fique infeliz (inveja, depressão, etc.).

Então eu, que me achava mais viajado que cachorro de cigano, reinaugurei hoje meu primeiro dia de jornal analógico.

Confesso, nem sabia onde colocar a xí­cara, o pão e coisa e tal nessa nova topologia dos objetos.

Abs

EL Co

PS: Pelo amor de deus, sem discursos de ecologia comigo, senão serei obrigado a perguntar se usa algum produto chinês ou norte-americano, os paí­ses mais poluentes do mundo e daí­ não encerraremos mais a contenda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.