Um gestor de suporte dedicado pode ser um grande fracasso!

Leia a frase do meu guru Peter Drucker:

A causa mais comum do fracasso é a incapacidade ou a indisposição de um funcionário para mudar, de modo a atender aos requisitos de uma nova posição. O trabalhador intelectual que continua fazendo o que ele fazia com sucesso antes de mudar de cargo está praticamente fadado ao fracasso.

Significa o seguinte

  1. Você era um ótimo técnico de atendimento. Provavelmente o melhor.
  2. Foi promovido a gestor.
  3. Imagina que foi por que era “o cara”.
  4. Assim, pensa que deve ser um supertécnico, esforçando-se ainda mais para resolver todos os problemas.

Meu chapa, minha querida, seu destino é o brejo.

Destrinchando

Mais um excerto de Drucker:

O QUE É NECESSÁRIO EM UMA NOVA POSIÇÃO

Agora você é secretário executivo dos sócios e, no entanto, continua a fazer análise de tí­tulos.

O que você deveria estar fazendo agora para ser eficaz em seu novo emprego?

Elas assumem sua nova atribuição, mas continuam fazendo o que as tornou bem-sucedidas no antigo cargo e o que lhes valeu a promoção.

Então, agem com incompetência, não por que se tornaram incompetentes, mas porque estão tomando as iniciativas erradas.

Se agora você é um gestor, espera-se de você resultados diferentes.

Administrar (sorry é isso que um gestor faz):

  • Seu pessoal
  • Os clientes e usuários
  • Os outros gestores
  • Negociar com a direção
  • Analisar métricas
  • Pensar nos investimentos
  • Capacitar a equipe
  • Promover inovações
  • E muito mais

Não mais resolver os problemas técnicos.

Vá no meu curso de GESTÃO DE SERVIÇOS PARA HELP DESK E SERVICE DESK e explicarei tudo isso.

Provavelmente a primeira edição de 2018 em final de fevereiro em São Paulo.

Fique atento.

Pare de resolver questões como servidor que caiu, esclarecer como se emite a nota fiscal e assim por diante.

See you, girl and boy.

EL CO

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.